Tesouro Direto Rentabilidade Impressionante com Baixo Risco!

Nesse artigo quero lhe mostrar como foi a rentabilidade do Tesouro Direto em 2013 e porque ele é uma excelente alternativa de Ótimo Rendimento e Baixo Risco!

 

Como se Comportaram os Títulos Públicos em 2013?

 

Existem basicamente 4 tipos de títulos sendo negociados no Tesouro Direto. Entre eles a LFT, a LTN, a NTN-B e a NTN-B Principal. Se você quer aprender um pouco mais sobre Tesouro Direto veja esse Guia Completo. Vamos ver como foi a rentabilidade do Tesouro Direto.

 

LFT

 

Primeiramente quero comentar como foi o rendimento da LFT. Como a LFT é indexada à taxa SELIC ela se comporta de forma muito parecida com o CDB. Logo, quando a taxa de juros sobe, ela apenas acelera a sua rentabilidade.

Por exemplo, se a taxa de juros estava em 10% ao ano e ela passa para 12% ao ano, a LFT ao invés de render 10% ao ano ela irá render 12%. O preço do título não sofre grandes oscilações porque é um valor que vai sendo acumulado no título, diferentemente da LTN e das NTN-B tanto a normal quanto a principal.

Nessa imagem você pode observar como se comportou a LFT em 2013:

 

Tesouro Direto Rentabilidade LFT

 Tesouro Direto Rentabilidade LFT 2013

 

Como você pode perceber, a LFT vai sempre subindo não importa o que aconteça com a taxa de juros. Outro fato interessante é que os títulos de diferentes prazos possuem comportamentos diferentes.

Comprar o título com vencimento mais longo pode ser mais interessante, porque assim você evita ser obrigado a vender ele (no vencimento) e busca pagar menos imposto de renda se permanecer com o título.

A taxa de juros controla a velocidade dos rendimentos da LFT. Portanto, podemos considerar era o título de menor volatilidade entre os mencionados anteriormente. Consequentemente o título de menor Risco.

 

LTN

 

A LTN possui um comportamento diferente da LFT, ela é afetada pela taxa de juros. Quando a taxa de juros da economia sobe, ela sofre uma desvalorização no seu preço. Isso não significa que você irá perder dinheiro!

Você pode perder dinheiro se vender os títulos antes do vencimento e a taxa de juros subir nesse meio tempo. Se você carregar os títulos até o vencimento, você não perderá dinheiro. Por isso evite comprar um título para prazo superior de quando você precisa do dinheiro.

Por exemplo: Você precisa do dinheiro em 2 anos e compra um título com vencimento para 5 anos. Se a taxa de juros subir nesse meio tempo e você precisar resgatar o dinheiro, você pode ter prejuízo. Da mesma forma se a taxa de juros cair nesse meio tempo você pode ganhar mais do que esperava.

Enfim vamos ver como a LTN se comportou nesse período:

 

Tesouro Direto Rentabilidade LTN

Tesouro Direto Rentabilidade LTN 2013

 

Como você pode perceber, a rentabilidade acumulada, principalmente dos títulos mais longos, sofreu uma queda com a alta dos juros, mas isso apenas ocorreu no curto prazo. O título de vencimento curto (LTN 14) não sofreu tanto, porque o seu vencimento é curto e uma alta nos juros não afeta tanto o seu desempenho.

Algo que chama atenção na variação da taxa é que no final de 2013 havia alguns títulos pagando em torno de 11,50% ao ano, o que é considerada uma taxa muito boa. Quando você compra uma LTN que está pagando 11,50% ao ano e segura esse título até o vencimento, isso significa que o seu investimento será remunerado a essa taxa.

Nada mal se considerarmos que a poupança paga 6,17%, não é verdade?

Agora vamos ver o que aconteceu com a NTN-B Principal e NTN-B.

 

NTN-B Principal / NTN-B

 

Só lembrando, a NTN-B Principal e a NTN-B são títulos indexados ao IPCA que é o índice de inflação oficial da economia brasileira. Então elas remuneram o IPCA, que é acumulado no valor investido, mais juros.

A NTN-B Principal possui títulos curtos e outros bem longos. Os títulos mais longos são bastante afetados por uma alta na taxa de juros na economia porque uma alta nos juros aumenta a taxa de desconto sobre os títulos o que faz com que o preço deles caia.

Só para exemplificar de forma simples:

Vamos supor que o valor de face atualizado da NTN-B Principal é de 2.000 reais. Isso significa que, quando a taxa de juros da economia estiver em 10% ao ano, por exemplo, e o título tiver vencimento de um ano, o valor dele seria de 2.000 dividido por 1,1 (1 + 10% que é a taxa de juros da economia). Se o título tem vencimento de 5 anos ele seria dividido por (1,1)5, que é igual a 1,61.

Então esse título do exemplo com prazo de 5 anos estaria custando aproximadamente 1242 reais (2000 / 1,61). Quando a taxa de juros passa de 10% para 12%, o que acontece com o preço do título? Agora o preço dele será 2.000 dividido por 1,125.

2.000 reais dividido por um número maior (1,76 > 1,61) resulta em um número menor, no caso a 1.136 reais. Se o prazo fosse maior, o expoente do divisor seria maior ainda o que faria com que o preço caísse ainda mais!

Entendido isso vamos ver como se comportaram as NTN-B Principal e NTN-B:

 

Tesouro Direto Rentabilidade NTN-B

 Tesouro Direto Rentabilidade NTN-B Principal 2013

 

Tesouro Direto Rentabilidade NTN-BP

Tesouro Direto Rentabilidade NTN-B 2013

 

Como você pode perceber aconteceu exatamente aquilo que comentei com você. Os títulos longos sofreram uma queda maior com uma alta dos juros. Não esqueça que a taxa de juros da economia subiu ao longo de 2013.

Mas isso não significa que o investidor irá perder dinheiro se ele carregar os títulos até o vencimento! Só significa que agora ele está perdendo, mas no vencimento ele receberá o que foi pactuado quando ele comprou o título!

Enfim, tanto as NTN-B quando as LTN estão oferecendo ótimas oportunidades para quem deseja receber uma quantia acima da poupança e que desejam carregar o investimento até o vencimento.

Agora a pergunta que não quer calar:

 

Qual o melhor Título para comprar?

 

Em primeiro lugar, não existe um melhor título, mas sim o título que é mais adequado para o seu perfil. Se você precisa do dinheiro para daqui a um ano, você pode comprar uma LTN com vencimento inferior a isso ou uma LFT.

Se você precisa do dinheiro para 3-5 anos você pode optar pela LTN ou NTN-B que estão pagando um ótimo prêmio acima da poupança. Mesmo pagando imposto de renda de 15% (para aplicações acima de 720 dias) elas acabam sendo bem mais interessantes que a poupança.

Quando você compra uma LTN com uma taxa de 13% ao ano, não importa o que aconteça no meio do caminho. No vencimento você receberá 13%. O caminho pode ser turbulento, mas o final da viagem está garantido (se não acontecer algum apocalipse no mundo).

Por isso a você precisa responder as seguintes perguntas:

Quando você precisa desse dinheiro e que tipo de remuneração você quer? Uma remuneração acima da inflação? Uma remuneração indexada à taxa de juros da economia? Ou uma remuneração pré-fixada, ou seja, você sabe exatamente quanto receberá no vencimento?

Agora a bola está com você! Respondendo essas perguntas você saberá escolher o melhor título para você.

Para ler o Guia Completo sobre os Títulos Públicos acesse esse LINK!

Agora respondendo outra pergunta que você deve ter:

 

Afinal, compensa Investir no Tesouro Direto?

 

Na minha humilde opinião é um dos melhores investimentos de renda fixa pelos seguintes motivos:

  • O risco é extremamente baixo, porque está associado ao governo. Se o governo der calote, você já pode imaginar o que irá ocorrer com o resto da economia certo? Não se esqueça que os bancos são os maiores credores do governo.
  • Você pode comprar títulos que oferecem retornos acima da inflação, ou seja, um ganho real. Não existe mais aquele medo de perder da inflação nos investimentos, se esse é o seu medo.
  • O custo e aplicação mínimas são baixos. Com 10% do preço do título você já pode comprar um título do governo.

Você pode consultar os preços dos títulos nesse LINK.

 

Como se comportaram os outros Investimentos em 2013?

 

Fiz esse vídeo esses dias e deixo aqui para você uma retrospectiva do que aconteceu nos mercados em 2013 e perspectivas para 2014.

 

 

Acredito que esse artigo deve ter aberto a sua mente sobre os Títulos Públicos. Não satisfeito, eu fiz um artigo mais completo que certamente pode ajudar você a entender melhor e a aprender a investir nos títulos públicos em 5 passos.

Deixo aqui o LINK para você acessar.

 

Resumo

 

Nesse artigo você aprendeu:

  • A LFT é um título público pouco volátil e de baixo risco. Ela não sofre mudanças drásticas com alterações na taxa de juros.
  • A LTN sofreu queda em 2013 principalmente pela alta na taxa de juros da economia. No entanto, isso pode ser uma oportunidade para comprar títulos que pagam uma taxa de aproximadamente 11% ao ano pré-fixadas. Não esqueça que comprando um título pré-fixado você garante que receberá aquela taxa no vencimento, a não ser que aconteça um colapso na economia.
  • A NTN-B Principal e a NTN-B também sofreram queda com a alta nos juros, principalmente os títulos com prazos mais longos. No entanto, também pode ser uma oportunidade para quem busca um ganho real acima da inflação.
  • O melhor título para você comprar depende dos seus objetivos e prazos de investimento.
  • Dependendo do que ocorrer com a inflação nos próximo anos, podemos ter mais altas ou quedas na taxa de juros da economia.
  • Acesse o Guia Completo de Como Investir no Tesouro Direto em 5 passos.
  • Participe do Treinamento Tesouro Direto Express.

 

Gostou do artigo ou quer sugerir um outro assunto para eu escrever sobre? Deixe seu comentário abaixo!