É bom investir na Bolsa de Valores no final do ano?

Nesse artigo quero mostrar para você um estudo que fiz sobre a variação da bolsa no final do ano. Nos EUA a bolsa possui um viés positivo nos últimos 2 meses de acordo com alguns estudos, mas aqui no Brasil ainda não tinha visto um estudo sobre o assunto e por isso resolvi elaborar um para você.

 

Método Utilizado

 

Para fazer esse estudo utilizei o Índice Bovespa (IBOV) deflacionado, ou seja, descontei a inflação dos valores do índice para que ela não influenciasse no resultado. Se, por algum motivo, a inflação de um ano fosse maior que a inflação do outro ano, no meses de janeiro e dezembro, isso poderia influenciar no resultado.

Além disso, considerei a cotação de fechamento do primeiro dia de negociação de dezembro e da cotação de 38 dias úteis após o primeiro dia útil de dezembro. O preço de fechamento do primeiro dia de negociação de dezembro foi considerado como uma base de 100.

O período de estudo foi de dezembro de 1980 até janeiro de 2013.

Gostaria de deixar claro que esse estudo NÃO É UMA INDICAÇÃO OU SUGESTÃO DE COMPRA, mas sim apenas um estudo sobre as variações do final do ano na bolsa de valores.

A partir disso tudo cheguei aos seguintes resultados.

 

Resultados encontrados

 

  • Os períodos positivos corresponderam a 63,64% dos períodos analisados. No caso, foram 21 dos 33 períodos. Os períodos negativos corresponderam a 36,36% dos períodos analisados, correspondendo a 12 de 33 períodos.
  • A média de ganho da pessoa que comprou o IBOV no primeiro dia de negociação de dezembro e vendeu 38 dias úteis depois, descontando a inflação, foi de 18,21%.
  • A média de ganho dos períodos positivos foi de 33,79%.
  • A média de perda dos períodos negativos foi de -9,06%.
  • O melhor período foi de dezembro de 1991 a janeiro de 1992 em que a variação foi de 207,09%.
  • O pior período foi de dezembro de 1985 a janeiro de 1986 em que a variação foi de -24,33%.

Esse gráfico corresponde à média de variação do período:

bolsa final do ano 1

 

Podemos perceber que a média do período é positiva!

 

Agora observando como foi a variação de preços em cada período:

bolsa final do ano 2

 

A partir desse gráfico é possível verificar como os preços variaram nos períodos indicados. Não encontrei nenhum padrão na movimentação de preços, mas mesmo assim coloquei isso para você por questão de curiosidade.

 

Conclusão

 

A partir desse estudo, podemos concluir que o IBOV deflacionado possui um viés positivo no final do ano, afinal 63,64% das vezes o seu desempenho foi positivo. Além disso, a média de ganhos dos períodos positivos foi superior à média das perdas dos períodos negativos. No entanto, devemos levar em conta que uma amostra de 33 período não é muito grande.

Para finalizar, gostaria de reiterar que isso NÃO É UMA INDICAÇÃO OU SUGESTÃO DE COMPRA. É muito importante que você saiba que só porque isso ocorreu no passado não significa que ocorrerá no futuro novamente!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo!
 

  • Bem legal Leonardo. Esse tipo de iniciativa realmente ajuda muito. Temos que nos acostumar a fazer esse tipo de análise!
    http://www.pergunteaoseubolso.com.br

    • Valeu Rodrigo. Abraço

      • Armas Abou Adile

        Que gráfico tosco, isto não acrescentou em nada, não assistiria uma palestra sua nem mediante pagamento!