Como Comprar Ações Em 3 Passo Simples

Uma das perguntas que eu mais recebo no e-mail é sobre ações. Pra ser bem sincero eu não sei exatamente por que, mas acredito que o mercado de ações gera expectativa de altos ganhos na mente das pessoas e também uma ideia de que é um mercado extremamente arriscado e para poucos.

A verdade é que investir na bolsa não é assim tão complicado…

No final desse artigo você aprenderá como comprar ações em 3 passos simples e verá que é muito mais simples do que você imagina.

O Que São Ações

como-comprar-ações-02

Antes de sabermos como comprar ações precisamos entender o que são ações.

Quando compramos uma ação estamos comprando uma parcela de uma determinada empresa, ou seja, estamos nos torando sócio desse negócio. Como consequência disso, passamos a ter vários direitos como, por exemplo, temos participação sobre os lucros da empresa.

É como se tivéssemos comprado uma participação de um restaurante, de um supermercado, ou de qualquer outro negócio. Se o negócio valorizar, nossa participação também irá valorizar. Da mesma forma que se o negócio começar a distribuir muitos lucros, nós teremos participação sobre esses rendimentos.

Entendido isso, vamos ver como podemos comprar ações das mais diversas empresas. Abordarei algumas formas de comprar ações pela bolsa de valores, uma vez que essa forma permite que todos participem sem restrições.

 

As 4 Diferentes Formas De Comprar Ações

Hoje eu vejo basicamente 4 formas diferentes de comprar ações. Entre elas podemos citar: Fundos de investimento, Clubes de investimento, ETFs e montar uma carteira de ações. Todos possuem vantagens e desvantagens. Por isso é importante conhecermos essas 4 formas de investir e selecionarmos quais são as mais adequadas para o nosso perfil.

“Não existe um melhor investimento, uma vez que o investimento é um MEIO e não um FIM. Para cada perfil e para cada situação existe um investimento mais adequado.”

 

1) Fundos de investimento

como-comprar-ações-04

Quando investimos em fundos de investimento, estamos comprando cotas de uma carteira de investimentos montada por um gestor profissional. Esse gestor compra e vende os ativos de acordo como que acha mais interessante desde que o que ele faça esteja de acordo com as políticas do fundo de investimento. Enfim, é gestor quem manda, mas ele deve obedecer algumas regras pré-estabelecidas.

Os fundos são interessantes principalmente para quem tem pouco dinheiro, uma vez que os custos de transação são diluídos entre os cotistas. Para saber mais sobre fundos de investimentos clique aqui para ler esse outro artigo.

  • Vantagens: São interessantes para quem tem pouco dinheiro (abaixo de 10 mil reais), já que os custos de corretagem e custódia são diluídos entre os participantes.
  • Desvantagens: Você não pode escolher os próprios ativos, que são escolhidos pelo gestor. Isso, dependendo do ponto de vista, pode ser considerado uma vantagem. Alguns fundos cobram taxas muito caras. Muitos fundos não conseguem ter rentabilidades melhores que a do índice Bovespa.

Para saber mais sobre fundos de investimento clique aqui.

 

2) Clubes de investimento

como-comprar-ações-05

Os clubes de investimento são pequenos “condomínios” de pessoas físicas que visam investir no mercado de capitais. É como se fosse reunisse seus amigos e familiares para investir tendo a vantagem de poder diluir seus custos com os mesmos. Semelhantes aos fundos eles possuem cotas.

Lembrando que o clube deve ter entre 3 e 50 participantes, deve ser composta por, no mínimo, 67% em ações, bônus de subscrição, debêntures conversíveis em ações de emissão de companhias abertas, recibos de subscrição, cotas de fundos de índices de ações negociados em mercado organizado e certificados de depósitos de ações.

Fonte: portal do investidor

  • Vantagens: São interessantes para quem tem pouco dinheiro (abaixo de 10 mil reais), já que os custos de corretagem e custódia são diluídos entre os participantes. Os clubes possuem taxa de administração mais flexíveis. Geralmente é cobrado um valor mínimo que pode ser negociado com a corretora.
  • Desvantagens: Você não pode escolher os próprios ativos, que são escolhidos pelo gestor (pode ser realizada por um ou mais cotistas eleitos na assembleia geral). Pode ser que a gestão do clube não esteja 100% de acordo com os seus princípios.

 

3) ETFs

como-comprar-ações-06

As ETFs (Exchange Traded Funds), são fundos espelhados em índices e suas cotas são negociadas em Bolsa da mesma forma que as ações.

Explicando de forma mais simples, quando você compra uma ETF você está comprando uma cesta de ações de uma vez só, o que torna a diversificação algo muito mais fácil, já que você compra apenas um ativo ao invés de comprar mais de 60.

Quando você compra a ETF BOVA11 por exemplo, você está comprando um pacote de mais de 60 ações (as ações que compõem o índice BOVESPA) com apenas uma ordem de compra. Dessa forma você consegue economizar principalmente na corretagem e consegue também diversificar seus investimentos de forma simples e fácil.

Vale lembrar que grande parte dos fundos não conseguem ter rentabilidades melhores que a do índice BOVESPA, o que torna esse investimento muito atrativo, pela facilidade de comprar e vender e pela economia em taxas cobradas para investir.

  • Vantagens: Baixos custos operacionais e alta diversificação. É mais rentável que a maior parte dos fundos que tem como objetivo seguir o índice BOVESPA.
  • Desvantagens: Não é interessante para baixas quantias (abaixo de 10.000). Você terá custo de custódia mensal que varia em torno de 15 reais por mês. Se o valor for muito baixo, isso pode afetar a sua rentabilidade. Você também não pode escolher os ativos que compõem a ETF. Eles seguem regras de composição de acordo com o índice que utilizam de referência.

 

4) Montar uma Carteira de Ações

como-comprar-ações-07

Ao contrário do que muitos pensam, não é fácil montar uma carteira de ações rentável. Existem diversos estudos que mostram que as pessoas não tem capacidade de ter rentabilidades acima do mercado de forma consistente.

Por isso você deve tomar cuidado se for selecionar por conta própria os ativos que fazem parte da sua carteira de ações. Esse cuidado deve ser redobrado, se você possui pouco dinheiro, uma vez que os custos influenciam fortemente no desempenho dos seus investimentos.

Lembre-se que, quando você monta a sua carteira, você terá custos de corretagem em cada compra além do custo de custódia mensal. Se você tem valores abaixo de 10 mil reais, esses custos pode afetar de forma significativa os seus ganhos.

  • Vantagens: Você pode escolher as empresas que você vai comprar (nem sempre isso será uma vantagem, visto que a maior parte das pessoas não tem capacidade de ter rendimentos acima do mercado).
  • Desvantagens: Altos custos se você tem pouco dinheiro. Pode ser que você tenha muitos custos para reinvestir os dividendos que forem “pingando” na sua conta.

 

Como Comprar Ações Em 3 Passos Simples

como-comprar-ações-08

Separei esse guia em 3 passos simples para você comprar uma ação. Seguindo esses 3 passos você não terá dúvidas na hora de realizar suas compras.

 

1) Escolhendo uma instituição financeira

como-comprar-ações-09

Você pode investir basicamente através de bancos e de corretoras. Eles são necessários para você intermediar as suas operações financeiras.

Os bancos você já deve conhecer. Eles são instituições que tem como foco principal emprestar dinheiro. No geral, possuem custos mais elevados quando o assunto é investimentos. Outra questão importante é que os bancos só oferecem produtos deles mesmo, ou seja, o Banco do Brasil, por exemplo, só irá oferecer CDBs, LCIs do Banco do Brasil e não de outras instituições financeiras.

Diferente dos bancos, as corretoras não tem foco em emprestar dinheiro para as pessoas. Elas tem como foco principal buscar clientes para investir nos seus produtos e em produtos de terceiros. Por esse motivo elas vendem aos clientes tanto fundos que elas próprias administram, como produtos de terceiros (CDBs, LCIs, etc).

Elas fazem isso porque não podem emitir esses títulos e também porque ganham uma comissão por vender produtos de terceiros. Não esqueça que não existe almoço grátis 🙂

Eu particularmente prefiro as corretoras principalmente pela relação custo / benefício que elas proporcionam. Além disso, por meio das corretoras você pode investir nos mais diversos produtos dos mais diversos bancos.

 

2) Enviando dinheiro para a corretora

como-comprar-ações-10

O processo de enviar dinheiro é muito mais simples que você imagina. Basta você fazer um DOC ou TED do seu banco para a corretora. É importante que o dinheiro saia da sua conta bancária, pois é assim que a corretora sabe de quem veio o dinheiro (ela reconhece a remessa por CPF).

Para economizar nesses custo, recomendo você criar uma conta digital. Esse é um tipo de conta que não cobra DOC nem TED e pode ser feita nos mais diversos bancos. Basta pesquisar no google para verificar se o seu banco possui conta digital.

Muita gente me pergunta do risco das corretoras. A verdade é que, no geral, elas são bem seguras, principalmente se você está investindo por corretoras grandes. Vale lembrar que se a corretora quebrar você apenas irá perder o dinheiro que está parado na sua conta. Os investimentos ficam custodiados fora da corretora, o que protege você contra uma eventual quebra da mesma.

 

3) Como fazer sua compra pelo homebroker

como-comprar-ações-11

Já há alguns anos é possível comprar e vender ativos através do homebroker. Pra quem não sabe, o homebroker é uma ferramenta que a sua corretora disponibiliza que agiliza o seu processo de compra e venda de ativos como ações, por exemplo.

Quando você entra na página da sua corretora, você faz o login. Depois disso você verá que existe um link para o homebroker. Pode ficar tranquilo que não é nada complexo nem nada do tipo.

Ao entrar no homebroker, você pode acompanhar cotações, ver gráficos dos ativos, etc. As funções que o homebroker possui varia de corretora para corretora. No entanto, as funções básicas de compra e venda estão presentes em todos.

Quando formos comprar ou vender uma ação precisamos saber algumas coisas:

  • Ativo: Toda ação possui um código na bolsa de valores.
    • Exemplo: As ações da Ambev são representadas pelo código ABEV3.
  • Quantidade: Se formos negocia no lote normal, serão aceitos múltiplos de 100 ações.
    • Exemplo: 100, 200, 500, 1000 e assim por diante.
  • Preço: Nesse campo iremos determinar o preço que estamos dispostos a pagar pela ação (se quisermos comprá-la).
    • Exemplo: 100 reais. Isso significa que estamos dispostos a pagar até 100 reais pela ação.
  • Validade: Nesse campo botamos até quando que a ordem esteja válida. Podemos selecionar hoje ou qualquer outra data. Pode acontecer basicamente duas coisas: ou a ordem é executada ou a validade da ordem expira. Enquanto nenhuma das duas ocorrer, a ordem ainda estará disponível no livro de ofertas.

 

3 Coisas Que Você Precisa Saber Antes De Comprar Uma Ação

Antes de comprar suas ações você precisa tomar muito cuidado com alguns detalhes que podem prejudicar significativamente os seus resultados. Por esse motivo criei uma seção nesse artigo com 3 itens que você precisa tomar muito cuidado antes de comprar uma ação.

 

1) Verifique a corretagem que você está pagando

 

Muito antes de comprar uma ação, você precisa escolher uma corretora pela qual você realizará suas operações de compra e venda. O custo de corretagem é um fator muito importante na hora que você for escolher uma corretora.

Evite utilizar corretoras que cobram uma corretagem muito alta. Obviamente você deve utilizar o seu bom senso, já que não existe almoço grátis. Por isso sempre veja os benefícios que a corretora irá trazer a você de acordo com a corretagem que ela está cobrando pelo serviço prestado.

Muitas vezes o barato pode sair caro, por isso analise com detalhes os custos cobrados pelas corretoras.

 

2) Verifique os demais custos operacionais

 

Só focar na corretagem é outro erro comum que as pessoas cometem. Elas esquecem que existem outros custos para você investir diretamente em ações como o custo de custódia, por exemplo.

Lembre-se que existem outros custos como emolumentos, taxa de liquidação e taxa de registro que varia de acordo com cada mercado negociado. No mercado de ações para pessoas físicas, considerando que você não irá comprar a ação e vender no mesmo dia, você terá que pagar 0,0325% sobre o volume negociado.

Para saber mais informações sobre esses custos clique aqui.

 

3) Não saia investindo direto em ações logo de cara

 

Esse é outro erro muito comum. As pessoas saem investindo direto em ações logo de cara, mesmo possuindo pouco dinheiro e sem conhecer o seu perfil.

Investir com pouco dinheiro no mercado de ações como pessoa física pode ser muito perigoso, uma vez que esses custos podem corroer os seus rendimentos. Por isso, calcule sempre os custos que você terá na hora de investir. Lembre-se também que existem alternativas como os fundos de investimentos e os clubes que possibilitam que você consiga iniciar seus investimentos em ações com baixos valores.

Também não esqueça de analisar o seu perfil. Falo isso porque muitas pessoas entram na bolsa pensando apenas nos ganhos e não se dão conta que é necessário passar também por períodos de perdas. A bolsa oscila bastante, mas diversos estudos mostram que no longo prazo ela é rentável.

Aqui no Brasil, temos uma situação diferente dos EUA, uma vez que a nossa taxa de juros extremamente alta o que torna a renda fixa ainda muito vantajosa. Por esse e outros motivos, ao analisarmos historicamente o rendimento da bolsa frente ao rendimento da renda fixa, vemos que a rentabilidade da renda fixa no Brasil tem se mostrado bem mais interessante nos últimos anos.

Isso não necessariamente significa que continuará sendo assim, mas se a taxa de juros se manter elevada, é pouco provável que o cenário mude para os próximos anos.

 

O Aprendemos Nesse Artigo

como-comprar-ações-13

  • Quando compramos uma ação estamos comprando uma parcela de uma determinada empresa, ou seja, estamos nos torando sócio desse negócio.
  • Existem basicamente 4 formas diferentes de comprar ações: Fundos de investimento, Clubes de investimento, ETFs e montar uma carteira de ações.
  • Para comprar ações é preciso: escolher uma corretora, enviar o dinheiro e comprar as ações desejadas.
  • Evite utilizar corretoras que cobram uma corretagem muito alta.
  • Lembre-se que existem outros custos como emolumentos, taxa de liquidação e taxa de registro que varia de acordo com cada mercado negociado.
  • Muitas pessoas entram na bolsa pensando apenas nos ganhos e não se dão conta que é necessário passar também por períodos de perdas.

 

Finalizando

 

Vamos finalizar por aqui. Não esqueça de deixar o seu comentário abaixo dizendo o que você achou do artigo. Não esqueça também de baixar o ebook gratuito clicando na imagem abaixo.

  • José Orlando de Oliveira Maia

    Parabéns , muito didático aprendi coisas que não sabia, mais me diga como uma empresa pode participar do jogo de cotas, para vender suas ações

  • Eliane

    Muito bom artigo!
    Obrigado por compartilhar informações de qualidade para leigos como eu.

    • Obrigado Eliane,

      Fico feliz que tenha gostado 🙂

      Abraço e sucesso

  • MARCELO MOREIRA DE SOUZA

    Excelente, claro e objetivo. Tenho aprendido muito. Estou esperando o depósito do meu imposto de renda para iniciar, receberei R$ 5000,00 e não sei bem ainda por onde começar, mas estou estudando suas orientações para poder começar de forma correta e segura.
    Abraços e parabéns.

  • Roberto de Amorim

    Gostei do conteúdo explicado, parabéns.

  • Marcos

    Muito dez, uma das melhores informações que pude ver, simples e objetiva. Parabéns.

  • Wagner

    Iniciei um estudo intensivo sobre mercado financeiro, estou querendo mudar de área e pensando seriamente em tentar viver do mesmo, seus artigos são muito interessantes e esclarecedores, futuramente precisarei de cursos, livros e etc que possam me familiarizar com movimentações ou análise para investimento. Onde posso conseguir??

  • Genivaldo Luz

    Muito bacana seu artigo e quero ler mais sobre o assunto. Iniciei recentemente a investir no Tesouro Direto e quero aos poucos estudar outras possibilidades! Parabéns!

  • Welington

    Muito rico seu conteúdo, porém muitos erros ortográficos.

  • Sthefany Chamaleon

    Gostei muito, de facil entendimento!

  • Flávio Henrique

    Você disse que no ETF não é uma boa investir abaixo de 10 mil.

    Se eu investir em uma corretora que isenta a taxa de custódia caso se faça pelo menos um aporte mensal,quanto passaria a ser uma boa quantia mínima?
    A tx de corretagem teria que ser no máximo 0,5% dessa quantia,para valer a pena?(contando com a isenção da tx de custódia)…

  • Angelita Raimundo dos Santos

    Parabéns.. Texto esclarecedor! Mais tenho uma dúvida, qual a menor taxa de administração cobrada pelas corretoras.

    • Bom dia Angelita,

      Algumas corretoras cobram taxa zero. No entanto, é sempre bom se informar mais sobre elas antes de investir o seu dinheiro 🙂

      Abraço

    • Bom dia Angelita,

      Algumas corretoras cobram taxa zero. No entanto, é sempre bom se informar mais sobre elas antes de investir o seu dinheiro 🙂

      Abraço

  • Angelita Raimundo dos Santos

    Parabéns.. Texto esclarecedor! Mais tenho uma dúvida, qual a menor taxa de administração cobrada pelas corretoras.

  • Pietro

    Artigo esclarecedor e reforçador de alguns conceitos, fiquei muito satisfeito. Mais uma vez obrigado, Leonardo!

  • Pietro

    Artigo esclarecedor e reforçador de alguns conceitos, fiquei muito satisfeito. Mais uma vez obrigado, Leonardo!

  • Rodrigo

    Muito interessante gostei muito das informações, gostaria de saber um pouco mais pra não cometer nem um erro!!

  • Rodrigo

    Muito interessante gostei muito das informações, gostaria de saber um pouco mais pra não cometer nem um erro!!

  • INVESTIDOR

    Excelente artigo. Parabéns!! Muito útil seria se você nos indicasse o nome de algumas corretoras: 1) de confiança; 2)taxa zero de administração; 3)outras taxas existentes mais baixas. Grato. (geralmente para os leigos no assunto, ficamos com um pé atrás em qual corretora investir)

  • INVESTIDOR

    Excelente artigo. Parabéns!! Muito útil seria se você nos indicasse o nome de algumas corretoras: 1) de confiança; 2)taxa zero de administração; 3)outras taxas existentes mais baixas. Grato. (geralmente para os leigos no assunto, ficamos com um pé atrás em qual corretora investir)

  • Stephany sil

    Oi você por acaso teria uma lista de corretora de confiança para poder investir

    • Bom dia Stephany,

      Recomendo você buscar informações sobre as maiores corretoras do mercado. Uma das coisas que você pode fazer é abrir uma conta em cada uma e testar como cada uma delas funciona 🙂

      Abraço

  • Beatriz Amorim

    Uma vez investi em fundo de renda fixa através de um banco, depois fiz os cálculos e percebi que foi a mesma coisa de deixar meu dinheiro na poupança . Vc orientou que as corretoras cobram taxas mais baixas, e podem aplicar nosso dinheiro da melhor forma possível. Vc pode indicar uma corretora confiável?

    • Boa noite Beatriz,

      Recomendo você ler sobre as corretoras começando pelas maiores. É importante que você saiba que a melhor corretora para mim não necessariamente será a melhor para você.

      Abraço e sucesso

  • Amandinha

    Muito obrigada Leonardo Rocha, esse artigo me ajudou muito pretendo ler mais e me aprofundar sobre o assunto. Quero muito investir meu dinheiro, e aprendi muito principalmente sobre taxa que temos que pagar. Pois quando as pessoas leigas, principalmente eu. Ouvimos a questão de investimento, pensamos só na parte de retorno positivo ou negativo mas não em despesas… Mas, mesmo assim, muito obrigada. ^^,